Biografia dos Acadêmicos: Tereza Cristina Malcher Campitelli


Formada em pedagogia pela Universidade Santa Úrsula, e Mestre em Educação pela PUC-RJ, Tereza Cristina Malcher Campitelli iniciou sua formação literária na Estação das Letras em 2004, e em oficinas; realço a infantojuvenil, sob orientação de Anna Claudia Ramos. Publicou os livros infantis “O Livro Maluco e a caneta sem tinta”, em coautoria com Márcio Paschoal, ed. ZIT, 2006, indicado ao Prêmio Jabuti, 2007; “Um cão cheio de ideias”, ed. Paulinas, 2007; “Aventureiros da Serra”, RHJ Livros, 2012. O conto juvenil “Quase...”, Larousse Jovem, 2012, na coletânea “Alguns Segredos e outras histórias”, inscrito no PNBE, 2011.

Adaptou textos para o teatro: “Cabeças Trocadas”, Thomas Mann, encenado no SESC-Copacabana, 2000; “Você me Ama?”, Ronald D’ Laing, 2002, no teatro Cândido Mendes, “Um Cão cheio de ideias”, de própria autoria, no Teatro das Artes, Shopping da Gávea, 2007 dentre outros. Realiza oficinas de literatura desde 2008: rede municipal e particular de ensino, RJ e SESC- Nova Friburgo, onde, em 2013, apresentou a oficina de leitura para jovens leitores “O Livro de Literatura Infantojuvenil: Um Caminho ao Imaginário” e em 2016 “As Narrativas”. Em 2015 idealizou, planejou e participou, também na mesma unidade do SESC,  ao lado dos acadêmicos da Academia Friburguense de Letras, de poetas, violonista clássico e cantores de Rap, do projeto “Esta História também é sua”, além de lançar o livro "Ajelasmicrim" em agosto. Escreve para o jornal A Voz da Serra, Nova Friburgo, na coluna semanal, Literatura Infantojuvenil.

Foi laureada em 1º lugar do prêmio OFF FLIP de Literatura, 2014, na categoria infantojuvenil, na Festa Literária Internacional de Paraty cujo livro foi editado em 2015 pela respectiva editora, Selo OFF FLIP.  Em 2014 e 2015, participou dos saraus  no Festival de Inverno SESC Nova Friburgo; em 2014 participou do programa Fala Autor com o livro "O Livro Maluco e a caneta sem tinta".  O livro, em 2015, foi lançado na Academia Friburguense de Letras, em Nova Friburgo. No Rio de Janeiro, foi lançado na Livravria Argumento e no Centro Cultural Vida Ativa. Foi eleita presidente da Academia Friburguense de Letras para o biênio 2017/2018.

Cadeira nº 27 - Patronímica: Júlia Lopes de Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário